Época das garrafas borbulhantes

Miolo brinda final de ano com portfólio que exibe 15 espumantes de quatro terroirs brasileiros com preços que variam de R$ 25 a R$ 350


Réveillon, verão e férias têm que ter espumante. Nas festas, na praia, na piscina, em casa ou no destino de descanso, abrir uma garrafa é sempre um bom motivo para brindar. O espumante nacional caiu no gosto dos brasileiros e de consumidores do mundo inteiro em qualquer época do ano, mas é no Natal e Ano Novo que ele ganha a preferência mundial. A Miolo, vinícola brasileira que elabora espumantes em três regiões do Rio Grande do Sul e na Bahia, tem espumantes que harmonizam com os agitos do período. E não é só isso, a marca também brinda os 33 prêmios conquistados este ano somente para seus espumantes.


São 15 rótulos que vão de escolhas descontraídas até as mais sofisticadas. Tem espumante para todos os gostos. A diversidade está nos estilos e no preço, com opções que vão de R$ 25, como é o caso do Almadén Brut (Branco e Rosé) e Demi Sec, até chegar ao recém lançado Íride Miolo Sur Lie Nature 10 Anos, a R$ 350. Tem espumante tropical, espumante que conquistou até a França e espumante com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos.


Os rótulos das marcas Terranova, Seival e Almadén, por exemplo, colocam na taça toda pluralidade que o Brasil esbanja com um excelente custo-benefício. Elaborados com uvas cultivadas no Vale do São Francisco, na Campanha Meridional e Campanha Central do Rio Grande do Sul, estes espumantes são ideais para celebrar. Fáceis de beber, carregam expressões dos três terroirs em assemblages com uvas como Chardonnay, Pinot Noir, Chenin Blanc, Sauvignon Blanc, Verdejo, Moscato, Grenache, Pinot Gris, Shiraz e Semillon.