Materiais acolhedores e a integração dos ambientes definem reforma de apartamento

Com 120 m² bem aproveitados, apê conquistou elementos marcantes, como painel e piso e madeira, além de pinceladas turquesa que alegraram a decoração


Fotos: Thiago Travesso

Recém-chegados à São Paulo, o jovem casal carioca queria imprimir uma nova cara ao apartamento de 120 m². “Solteira, a antiga moradora tinha outro estilo e diferentes necessidades. Já a nova família desejava algo mais aconchegante, mas sem perder a característica jovial do apartamento, lembrando o alto astral do Rio de Janeiro”, revela Roberta Iervolino Giglio, à frente do Figa Arquitetura, escritório responsável pelo projeto de interiores do imóvel.




Entre as primeiras alterações, que já garantiram uma atmosfera moderna ao apartamento, estão o assentamento do piso de madeira sobre o cimento queimado, que adicionou ainda um toque acolhedor, e a pintura das paredes. Também houve mudança no layout, tornando os ambientes sociais mais integrados, a exemplo da sala de jantar, que se conectou à cozinha e ao living contíguo ao home theater. “Deixar o mínimo de paredes e repetir os acabamentos resultou em amplitude visual. Buscamos criar ambientes jovens, confortáveis e funcionais. Queríamos que cada canto fosse muito bem aproveitado, por isso desenhamos cada móvel, conforme o uso da família”, explica a arquiteta Roberta.


Para a decoração, a escolha foi o uso da madeira freijó, bem como toques de turquesa, nuance muita apreciada pelos clientes. Equilibrado com a base neutra do moodboard do apartamento, com tons de cinza e madeira, esse colorido aparece em poltronas, móveis e objetos. “Também usamos um tapete listrado no living e um modelo com toques de cor na sala de TV, isso deu aconchego e alegria aos ambientes”, conta a arquiteta. Na sala de TV, o grande destaque é o painel de madeira, com nichos e iluminação indireta. “Além de ser um recurso superespecial na decoração, ele é visto de imediato por quem entra no apartamento. Os objetos que preenchem os nichos contam um pouco dos gostos e hobbies do casal”, revela Roberta.



Inteiramente reformada, a suíte teve apenas o armário embutido preservado. O quarto, porém, virou de solteiro para um ambiente de casal, tendo que se adaptar aos novos usos. “Propusemos uma cabeceira estofada com iluminação indireta, criando um cenário aconchegante. Também projetamos uma penteadeira para a nossa cliente, que sonhava com um espaço para se arrumar e guardar maquiagens e acessórios”, explica a arquiteta Roberta.



Inicialmente, o escritório surgiu com o nome Zai Arquitetura, traçando um caminho de sucesso por 10 anos. Agora, sob o comando solo da arquiteta Roberta Iervolino Giglio, ele foi batizado de Figa Arquitetura, que representa um amuleto, um talismã de sorte e proteção, assim como acreditamos que a casa da gente deve ser! Para assinar o portfólio eclético com dezenas de projetos residenciais e comerciais, Roberta conta com uma equipe multidisciplinar, responsável pelos vários serviços oferecidos, da escolha do terreno ou da avaliação do imóvel, passando pelo desenvolvimento minucioso do projeto, acompanhamento da obra até chegar na decoração.

Materiais naturais, recursos inusitados e muita brasilidade são alguns dos ingredientes encontrados nos trabalhos dentro e fora de São Paulo. Roberta e sua equipe ainda trazem na bagagem experiência com alta marcenaria, feita sob medida e cheia de refinamento, resultando em ambientes completamente autorais e únicos. Tamanho equilíbrio resulta numa arquitetura contemporânea e atemporal, que está sempre atual.

(11) 2371-8135

www.figaarquitetura.com.br

@figaarquitetura

4 visualizações0 comentário