Técnica artesanal do macramê se destaca em peças da Thirty Seven Trend

Perfeitas para criar um clima boho, as peças podem decorar paredes, vasos e muito mais




Como não se apaixonar pelo macramê? A técnica artesanal de tecer com nós é antiga e se aproxima do crochê, mas é inteiramente feita com as mãos, dispensando o uso de agulhas. “É uma técnica de tecelagem manual, em que se trabalha com os dedos para cruzar e amarrar os fios, formando uma composição rica. Muitos acreditam que o macramê seja uma evolução dos nós, que ganharam um trabalho muito mais elaborado”, conta Nathalie Serafin, estilista e CEO da Thirty Seven Trend, marketplace que prega a filosofia slow fashion e exalta artesãos brasileiros.

Segundo Nathalie, a origem do macramê é indefinida, mas remete à pré-história, quando o ser humano aprendeu a amarrar fibras para se aquecer e criar objetos. Acredita-se que a palavra seja derivada do árabe ‘migramah’ - ou ‘franja’, em bom português. Ainda no século XIII, era comum que os tecelões árabes confeccionassem franjas para seus camelos e cavalos, utilizando-as para afastar moscas dos animais. “Outros acreditam que o macramê deriva do turco ‘makrama’, que significa toalha ou guardanapo”, complementa Nathalie.